Curtir no Facebook

facebook

domingo, 21 de abril de 2013

Método criativo

Não fico procurando temas ou situações para escrever minhas publicações. Apesar de na maioria das vezes descrever o que acontece no meu cotidiano, não é esta observação que produz meus posts. Ao contrário, sempre que tento encontrar algum motivo para escrever eu travo, me bloqueio, fico sem idéias ou simplesmente não gosto do produto final. Meu ego é ambicioso e se eu ouvi-lo não consigo ser criativo.

Minha inspiração vem de insights, e isto eu só consigo quando estou em paz, absorvido de meus desejos e vontades, longe de angústias e tristezas e afastado da euforia também.

Ambição e criatividade não combinam.

21 de Abril de 2013.

domingo, 14 de abril de 2013

Navio

Já se perguntaram por que os navios, com todo peso que tem e com tudo que transportam não afundam? Eu já. Hoje eu sei e apesar de toda explicação das forças da física, o simples é que há partes ocas no navio, onde só há o ar. E esse "vazio" impede que ele afunde. Se, por acaso, a aguá invadir e preencher este vazio, ele afundará.

Já sentiram um peso enorme na alma, que nos oprime, que nos impede de levantar e seguir em frente? Sim, somos como um navio. Precisamos de um certo vazio, precisamos também de uma blindagem que impeça que pensamentos negativos, que o medo, que angustia nos invada e nos afunde.

Quando se sentir afundando, esvazie-se e blinde sua alma com a fé.

14 de Abril de 2013.

domingo, 7 de abril de 2013

Livre arbítrio

A dualidade impera em nosso Universo: Calor e frio, dia e noite, masculino e feminino. Dois lados que existem e se opõem, mas são necessários à nossa existência. 

Agora, sobre o bem e o mal, será mais um exemplo de dualidade? Nós não podemos escolher ter um dia frio ou quente, não podemos escolher que Sol surja à noite, mas a gente pode escolher nossos atos.

Um sábio da antiguidade disse que o mal não existe, ele, na verdade, é só a ausência do bem. O mal é o que sobraria quando o bem estivesse ausente.

07 de Abril de 2013.