Curtir no Facebook

facebook

sábado, 14 de junho de 2008

Intensidade


Hoje, passados sete anos, me conformei com a curta duração do “Berelando...”. A partir do instante mágico em 17 de outubro 2007 foram sete edições. Cada uma feita com um carinho peculiar e sinto orgulho de todas elas. Sei que, em cada notinha, cada palavra, dei o melhor de mim. Talvez, por isso, ele é ainda lembrado por nossos antigos leitores.

Às vezes, ficamos tão ansiosos com as coisas que queremos fazer, posições que queremos alcançar, lugares que queremos chegar e esquecemos de nossas conquistas do dia-a-dia. Ou pior, temos a impressão que nossas conquistas e feitos não duraram o tempo suficiente ou não foram grandes o bastante, e, de novo, vem a frustração.

Navegando pela Internet hoje pela manhã, dei de cara com esta citação atribuída ao poeta português Fernando Pessoa (digo atribuída por que há controvérsias, apesar dele ter vários heterônimos)

O valor das coisas não está no tempo que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis”.

Não preciso dizer mais nada.

14 de junho de 2008.

2 comentários:

adna disse...

"O sonho e a esperança são dois calmantes que a natureza
concede ao ser humano."
Os sonhos acabam formando um modelo imaginário
que se transforma pouco a pouco em realidade ."
Você não pode se sentir orgulhosa da sua beleza aos
dezesseis anos. Mas se for formosa aos sessenta,
será graças à sua própria alma ."
netinho mquerido; não me canso de lhe dar parabéns; então parabéns

Verônica disse...

Obrigado por dividir conosco sentimentos, vivencias, experiência gostosas e prazerosa de ler e é com o e mesmo carinho que faço meu comentário.
Essa frase é perfeita, PARABÉNS pela escolha.
Beijos