Curtir no Facebook

facebook

sábado, 13 de setembro de 2008

Presença


Às vezes, não precisamos estar ao lado de pessoas queridas para sentir a presença delas.

Em nossas viagens, na maioria das vezes, as fotos eram tiradas por mim, então, raramente eu aparecia com toda a turma. Na seção “Histórias da Rede” da edição nº 01 do “Berelando” (novembro de 2000), tem uma foto bastante particular. Era uma foto muito legal com o Russo, o Jorge e o Fábio, e foi a escolhida para ilustrar a história. Meus amigos achavam que como eu fazia parte da “Rede Berel” e estava naquela viagem eu deveria aparecer também. Para resolver o impasse, eu fui “adicionado” ao lado de meus amigos com recursos que a tecnologia oferece. Somente nós sabíamos da montagem daquela foto, ninguém suspeitou que fui adicionado a ela posteriormente.

Acho que, como nesta foto-montagem, às vezes não estamos fisicamente ao lado de nossos amigos, de nossa família, das pessoas que amamos, mas não há distância ou tempo que elimine a sensação de estar presente, de estar próximo e isso é o bastante para sentirmos bem, sentirmos que estamos amparados, que não estamos sozinhos.

13 de setembro de 2008.

10 comentários:

Vera disse...

Neto, tenho vivenciado esta experiência de perceber a presença das pessoas, mesmo que não estejam próximas fisicamente. Você é um bom exemplo. Desde que nos reencontramos na NET, não nos encontramos pessoalmente, mas mesmo assim sei que continua sendo o mesmo amigo querido de sempre.
Um dia desses, lendo um texto do Jabour, me deparei com a seguinte frase: "Tem pessoas que precisam da ausência, para valorizarem a presença."
Tenha uma ótima semana!!!...
Vera

Marijane disse...

Acho que a Vera dise tudo que eu poderia dizer em relação a sua presença.
Tenha uma ótima semana!
beijos,
:)

Fabio disse...

Viva! Existe vida inteligente além de ORKUT na Net!!!


Parabéns Netão,
É com muita felicidade que acompanho semanalmente o seu blog e graças a ele relembro história, de pessoas, e faço reflexões entre outras coisas .
Concordo com a sua “Presença” pois vivenciei isso ao ligar para o nosso amigo Zuza na última quinta –feira (11/9) para parabeniza-lo. Nem lembro a última vez que encontrei com ele porem ao conversarmos a emoção foi grande pois além de ficar feliz por saber que eles (a família Meireles) estão bem – principalmente agora que o Zuza esta cada vez menos palmeirense- aquele breve papo é como se eu estivesse recebendo uma grande energia positiva para dar continuidade na vida , para ter coragem em continuar nesta jornada terrestre , para lutar nos momentos difíceis, pois cada vez que passo por situações semelhantes principalmente com pessoas daquela juventude de 70/80 tenho certeza que estamos “vencendo” e estamos no caminho certo. Ah senti esta mesma situação na sexta (12/9) na casa da Valdecira(feminino de Russo)/Cira/ Síria ou qualquer outro nome. O que importa é poder aproveitar esses momentos .
Um salve especial para meu cunhado Juninho, minha sobrinha Carol, Silvio Heleno, Russão e para Marcinha nossos outros medalhistas de puro ouro do mês de setembro.
Se esqueci de algum setembrino, por favor, desculpe.

Aquele abraço,

Fabio Barros ou Fabinho

André Queiróz disse...

André Queiróz...
Neto, sabe que sou formado em Jornalismo e que na minha Area, fazer uso do fotoshop é falta de ética, mas como falar em ética e dela, quando se trata de uma pessoa como você??? Sou super a favor de sua imagem naquela foto, mas a verdade é uma só!!! Você é simplesmente uma pessoa singular, inesquecível... Enfim, um grande ser humano que jamais poderá ser esquecido por nós(seus Amigos),então meu caro, por vc e para vc assino esta e qualquer matéria que se fizer um dia necessário. Só mais um detalhe: A sua presença se faz à cada encontro em sua sinceridade, na pesoa simples que você é.Mas como o assunto não é profissional, fica aqui os meus parabéns pela matéria.
Um bom dia!!!

Anônimo disse...

"Pessoa"

Tili Oliveira disse...

Querido, que coisa incrível!
A partir de sua postagem me lembrei do meu aniversário de 30 anos, no qual tive o prazer de sua presença. E para provar tenho sim uma foto sua ao meu lado - e não é montagem - rsrsrs.
Que coisa Neto, já fazem mais de 8 anos que lhe conheço, não nos vemos mais e ainda sinto como se lhe encontrasse toda semana!
Te gosto muito querido. Você é muito especial.
Um grande beijo e boa semana.

Anônimo disse...

Nossa, que saudade dos abraços especiais para a Daniela do Rio Bonito!
Beijo para o Rorje Luis e para o Russo também!
Dani Orfali

Valdecir disse...

... Enfim, a presença.
Gosto de pensar que amigos o serão para sempre.
Gosto de imaginar como será daqui a 20, 30 anos, quando todos estivermos no outono de nossas existências, mas ainda nos lembrarmos uns dos outros.
Uma pessoa me disse, não lmebro bem quem foi, que as pessoas realmente começam a morrer não quando partem deste plano de existência, e sim quando nós começamos a esquecê-la. Uma pessoa, quando é querida, vive para sempre na nossa lembrança. Porque, afinal, um trecho da vida de duas pessoas que se conhecem e que tiveram algum tipo de relação, partilham a existência. Dizem que uma história tem sempre três versões: a sua, a minha e a verdadeira... e isso é um tanto verdade, porque a mesma história, vivida por duas pessoas, deixa de ser unica e exclusivamente de uma, passa a ser de ambas. O que significa que um dia, lá na frente, quando nos lembrarmos destas histórias, é quase automático lembrar ta´mbém da pessoa com quem se dividiu essa experiência. E. por um átimo de segundo que seja, de novo estarão juntas, uma na presença da outra...
Viva a vida.
Abraços.

vIcToR hUgO disse...

Viva! Existe vida inteligente além de ORKUT na Net!!!
02

ADNA disse...

"A distancia traz saudades,mas nunca o esquecimento.
Ao tomar uma sábia decisão,não olhe para trás.Ao alcançar o tão desejado objetivo,lembre-se dos que ficaram para trás.Ao vencer ao final de uma grande luta,não abandone a quem lá de trás torceu por você!"
"A amizade é como as estrelas.Não às vemos toda hora,mas sabemos que existem."ISSO É MUITO FORTE ; trabalho muito e não tenho tempo para nada e ninguém, me tocou profundamente o lançe da montagem da foto, pois as vezes realizamos muitas coisas e nunca da para estarmos presentes; mas com certeza estamos no coração daqueles que nos ama e que amamos tbem.