Curtir no Facebook

facebook

sábado, 27 de setembro de 2008

Solidão


Quando escrevia o “Berelando...” e na realização deste blog, me permito ficar só pelo menos por 30 minutos. Dou tempo para que meus sentimentos cheguem à ponta de meus dedos e, automaticamente, sejam transportados para esse monitor, no qual você os lê.

Algumas vezes precisamos ficar sozinhos para refletir sobre o que aconteceu, sobre o que a vida nos dá, sobre o que ela nos levou e, principalmente sobre o que ela nos ensinou.

Bem, eu aprendi que ficar sozinho às vezes é bom, pois escutamos nossas angústias e, às vezes, nos são sopradas as respostas que precisamos, mas o que é bom mesmo é sempre ter alguém que nos ouça, ria de nossas histórias, conte casos bons, casos ruins, nos empreste o ombro amigo quando estivermos cansados, que nos dê chance de retribuir o carinho também. Compartilhando o que é bom. Dividindo o que nos pesa na alma.

Como diria Cazuza, “solidão, só se for a dois” – pelo menos.

27 de setembro de 2008.

11 comentários:

Pedro Melo. disse...

Depois de muito tempo sozinho, travando uma batalha comigo mesmo, cheguei a um ponto que nada mais me fazia proceguir... Por mais que pensasse, repensasse, só me vinham as piores resoluções, ou sempre as mais pessimistas... mas agora descobri novas amizades que me fizeram enxergar um novo horizonte... O engraçado é que essas amizades estavão aqui o tempo todo mas só agora que me dei conta! Fiquei tanto tempo só que já havia me esquecido o quanto é importante ter o meu momento só, e melhor que isso, poder compartilhar tudo com alguém, coisas alegres ou não, e ter novas possibilidades que ás vezes sozinho, não enxergamos.

Neto, parabéns pelo blog. Está bem legal... tenho tentado me inspirar em algumas coisas escritas aki pra conseguir me tornar um pouco melhor, rs. Forte Abraço.

André queiróz disse...

André Queiróz!
Solidão é como um automóvel e o posto de gasolina.
você para, abastece e segue em frente. Todos precisamos desse tempo precioso para refletir-mos, a solidão é essencial ao ser, mas há quem diga ter medo dela, não, não devemos temer a Solidão, e sim ser-mos sábios, e aproveitar ao máximo o tempo que nos é concedido pela vida. A solidão faz parte da vida!!!
Neto você expressou bem e em poucas palavras esse significado. Parabéns.
abraços.

André queiróz disse...

Mas a Solidão pode ser curtida à três também: Eu meu Carro e uma bela estrada...

rose disse...

Optei por ser só, hoje vejo a merda que fiz....

Anônimo disse...

tenho medo da solidão, mas descobri recentemente que em doses pequenas e homeopáticas, ela pode ser de grande valia. Ter nossos momentos (nem que seja uma meia horinha), nos ajuda a refletir, a pensar, a evoluir...pode parecer egoista, mas ter o privilégio de alguns minutos exclusivos, pode nos tornar seres humanos melhores.
...por cinco minutos, me isolei para refletir e escrever...Beijo a todos Deborah

Anônimo disse...

Nada, absolutamente nada é bom ou ruim por completo. Quem já não desejou ficar isolado de tudo e de todos? E isso não quer dizer que somos egoístas, porém solidão é ruim quando ela passa a te incomodar e não é mais prazerosa, afinal necessitamos de nossos momentos de solidão como nosso amigo diz, mas também necessitamos da convivência com outras pessoas, com o mundo ao nosso redor. O ideal seria encontrar o meio termo, ter seus momentos de solidão e não deixar de conviver com quem está ao nosso redor.
Seja qual for sua escolha seja feliz!

Raquel Swartoski disse...

Ficamos só quando supervalorizamos nossa liberdade... achando que o outro nos roubará de nos mesmos... E sem perceber, nos é que vamos nos roubando... Roubando nosso tempo, nossa felicidade, nossa liberdade, nosso amor, e nos aprisionando assim meio que su-til-men-te à esta solidão...

Ficar só quando precisamos refletir sobre alguma coisa é necessário, o que não vale é entrar nesta solidão por medo de se entregar, de dividir, de compartilhar, medo de gostar tanto da presença a ponto de ter medo da ausência...

Gosto deste pensamento:
"Não deixe de ter pessoas ao seu lado por puro medo de ser feliz.
A única falta que terá será a desse tempo que, infelizmente, nunca mais voltará".
Mário Quintana

Bj.

Raquel

Tili Oliveira disse...

Ahhh, a solidão...
Necessidade ou inspiração?
A solidão nos desconecta de um mundo e nos conecta com outro: o mundo que nós mesmos temos dentro de nós.
Torna-se necessidade, quando nos esquecemos de olhar para dentro de nosso próprio ser, onde estão as feridas a ser tratadas e a felicidade a ser redescoberta.
Torna-se inspiração, quando não encontramos caminhos melhores ou quando não sabemos mais como compartilhar da companhia tão generosamente oferecida a nós pelo mundo maravilhoso a nossa volta.
Quando só conseguimos ver tristezas e dissabores, ao invés de alegrias e boas realizações, devemos nos recolher e ver apenas o que vai em nossas mentes e em nossos corações e depois, saindo do nosso mundo particular, redescobrir a felicidade de poder compartilhar e percebermos que nunca, jamais, estaremos sós.
Meu querido amigo, você faz isso muito bem, e nos inspira a compartilhar com você o nosso mundo mais estranho e mais rico. Aquele que só encontramos quando estamos sós.

ADNA disse...

Odeio quem me rouba a solidão sem em troca me oferecer verdadeira companhia.
Acredite nas pessoas... Naquelas que possuem algo mais... Aquelas que, às vezes, a gente confunde com anjos e outras divindades... Digo daquelas pessoas que existem em nossas vidas e enchem nosso espaço com pequenas alegrias e grandes atitudes... Falo daquelas que te olham nos olhos quando precisam ser verdadeiras, tecendo elogios, que pedem desculpas com a simplicidade de uma criança...
Puxa sua sensibilidade foi enorme, eu aqui toda errada, toda sozinha e parecia que estavas falando somente para mim,conseguistes falar sobre muitos pontos.gosto muito dessa frase :
"A solidão é algo muito ruim (para alguns) mas é fundamental para a nossa própria descoberta".
beijo grande meu ET

Marijane disse...

Nuossa! Acho que você falou fundo à solidão de todos nós... Não gosto de ficar sozinha, nunca gostei, mas com o passar dos anos hoje entendo o verdadeiro sentido de "antes só do que mal acompanhada". Meu momento de solidão para reflexão é exatamente o trajeto de ida e volta ao trabalho. Doses homeopáticas, para mim funcioana assim.
Uma ótima semana, querido ET-amigo
:)

Nanci disse...

Anjo parabens pelo seui blog...Amo os conteudos que nela encontra-se...Lendo suas postagens consigo iodentificar-me com as mesmas...

Continue com esse blog lindo...
Mil beijos c cuida