Curtir no Facebook

facebook

sábado, 4 de abril de 2009

Grandiosidade


Não sei se já fiz algo grandioso. Venci algumas batalhas difíceis. Fiz muita coisa de que me orgulho. Consegui certo reconhecimento entre meus amigos e colegas. Um bom exemplo foi o próprio “Berelando...”. Algo tão simples, mas, teve um certo sucesso.

Algumas vezes nossas metas são altas demais.

Vivemos a expectativa de alcançar o topo do Everest e, receber em troca, grandes reconhecimentos, status, uma melhor posição na sociedade. Não vejo nenhum problema nisso. Aliás, acho até saudável ter metas altas, vislumbrar grandes horizontes (desde que não ultrapasse a barreira da sanidade), mas, algumas vezes, nossas expectativas podem ser muito altas, a busca pelo topo torna-se dura demais, nos falta o ar, o medo da derrota insuportável.

Entretanto, há coisas bem mais realizáveis que podem trazer grandes reconhecimentos. E este reconhecimento não vem da realização em si, mas, na maneira como a fazemos. A quantidade de amor e dedicação envolvidos na elaboração redunda no valor e sucesso da realização.

Nesta vida, não podemos realizar grandes coisas, podemos fazer pequenas coisas com um grande amor” – Madre Teresa de Calcutá

E isso faz toda a diferença.

04 de abril de 2009.

7 comentários:

Tili Oliveira disse...

Grandiosidade

Um tema bem difícil você escolheu, meu caro amigo, pois o que é afinal a grandiosidade?

Grandioso pra mim, por exemplo, é o mar!
E como posso sequer pensar em fazer algo que se compare ao mar?

Ah o mar...
Grandiosas ondas,
Grandiosa e abundante vida...

Grandiosa é a luz do sol: quente pela manhã como um carinho.

Grandiosa Mãe Terra, grandioso céu, que nos abraça e nos protege.

Para mim, sem medo de ser piegas, a coisa mais grandiosa que pode ser feita por um ser humano, é saber respeitar a vida em todas as suas manifestações. E isso meu amigo, já um ato grandioso!

Vera disse...

Neto, um dos registros Evangélicos sobre a breve passagem de Jesus pela terra, narra que ele teria questionado: "Se ainda nem podeis com as pequenas coisas, como já quereis as grandes?"
Penso que as conquistas devam ser gradativas, respeitando a lei de progresso em todos os sentidos. Desta forma, quando alcançarmos as grandes conquistas já estaremos preparados para elas.
Beijos e ótima semana!

Felipe disse...

Putz,
concordo com cada palavra desse seu post.
O maior valor está, com certeza,
nas pequenas coisas,
nas pequenas ações,
que às vezes, nem damos tanta atenção...
é como dizia vovó:
"sorria para a vida, e ela também lhe sorrirá"

é isso,
gostei do seu espaço.
um abraço

http://garfosemdentes.blogspot.com/

Anônimo disse...

É dificil mensurar o que é grande. Cada um tem uma noção de tamanho diferente do outro. Mas a certeza é que, sempre algum tamanho tem. E para mim, você é bem grande. beijo maior ainda Deborah

ANDRÉA disse...

OLÁ...B..O
Grandiosidade é ter pessoas como vc por perto,é viver cada dia de uma vez,ser justo, honesto ter serenidade para definir metas e objetivos na vida e cada dia lutar para alcançar o que se deseja dentro do que é possivel e que só depende de vc. bjks

ADNA disse...

Grandes realizações são possíveis quando se dá importância aos pequenos começos
Nós mudamos nossos desejos com o tempo, mas as respostas para suas realizações são lentas, ao curso da realização do primeiro desejo já mudamos para o segundo, e o caos domina, e nada se realiza. Só o desejo verdadeiro no Amor torna –se realidade, porque ele não exige tempo nem espaço para sua realização.
Eu não quero fazer coisas boas. Quero fazer coisas grandiosas."

rose disse...

Sei que é muito dificil p/ mim ver grandes coisas ou pequena coisas na vida, pois não vejo sentido na vida, tudo p/ mim é mais um dia sem graça e sem emoções e dificil para viver, pois só estou viva por um a caso e que p/ mim não faz diferença em ver ou não grandiosidades, acho que estamos nesta vida por um acaso e sem sentido algum.
Então pergundo para que viver?????

Rose