Curtir no Facebook

facebook

sábado, 20 de junho de 2009

Plantar


Ontem recebi um email de uma amiga no qual ela dizia que “viver é plantar. É atitude de constante semeadura, de deixar cair na terra de nossa existência as mais diversas formas de sementes”. Concordo com ela.

Esta reflexão me levou a outra. Quando criança, vivia em uma chácara e todos os anos ajudava no plantio de diversas culturas: milho, feijão, amendoim etc. A atividade de semear era uma delícia, apesar de ser criança, adorava jogar aquelas sementes na cova aberta por minha mãe, depois cobri-las com terra.

Mais delicioso ainda era vislumbrar aquelas plantas, que ajudamos a plantar, brotar, crescer, gerar os frutos.

A colheita, confesso, era um pouco mais árdua, exigia um pouco mais de esforço, mas me fascinava o fato que, para cada semente que eu enterrava, tinha que colher pelo menos duas espigas de milho ou várias vagens de feijão ou amendoim.

A vida é realmente um plantio, vamos colher no futuro os frutos do que plantamos, só que a quantidade é multiplicada várias vezes.

Obrigado Luciana, por trazer lembranças de minha infância.

20 de junho de 2009.

7 comentários:

kcau disse...

muito bom seu cantinho também. Eclipsis é um farol...rs gostei. obrigada. Kcau

Vera disse...

Neto, em uma das epístolas do Apóstolo Paulo (acho que aos Romanos)ele diz que: "Daquilo mesmo que plantar, colherá", ou seja, se plantar milho, só poderá colher milho.
Ele nos chama a atenção sobre que tipo de comportamento estamos tendo perante a vida e nos lembra que estamos sujeitos à lei de "causa e efeito".
Beijos e ótima semana!

William da Corte disse...

Bom dia Neto!!!

Sempre aliei o plantar e colher com a lei do retorno!!!!Sabe que temos opções na vida de provocar situações e direcionar algo que no futuro voltara para nós e dependendo do que fizermos
teremos retornos árduos ou retornos formosos !!!!Nós sabemos que a maravilhosa lei divina tarda mas não falha!!!! Engraçado que quando era pequeno aquilo que diziam (“Quem com ferro fere com ferro será ferido!!!)literalmente aconteceu comigo.Estávamos descendo a rua de carrinhos de rolimã e sabe como é o carrinho sempre pega uma boa velocidade e para frear nós usávamos uma madeira com o prego na ponta ou um ferro para na freada ver sair àquelas faíscas,estávamos em alta velocidade todos freando e o fogo comendo no asfalto quando paramos peguei o meu freio que tinha um prego na ponta e coloquei na perna do meu amigo, aquela coisa feia que criança maldosa adora fazer, só que a reação dele foi imediata ele tinha um grande ferro e revidou na minha perna também ....pois é me dei mal e tenho a cicatriz bem superficial até hoje....RSSRSRSRSRSRSRSR!!!!É acho que isso vale muito para vida também!!!


Um abraço a todos do Blog e obrigado por mais uma oportunidade de participar.

Marijane disse...

Engraçado... Hoje de manhã, quando estava vindo trabalhar, pensei na minha vida e, nas coisas que não me orgulho muito de ter feito... Aprendi muito com as coisas "erradas" que fiz e, até hoje, me pego pensando as vezes em como será o dia em que serei "cobrada", o dia em que colherei o que plantei.
Por outro lado, ao ver minha vida hoje, minha família, meu filho crescendo, só posso agradecer e pensar que minha colheita tem sido muito boa!
Espero que, no fim da safra, possa dizer que tive muito boas plantações... Ou não... rsrsrs
Beijos e Ótima semana para você.

Tili Oliveira disse...

Querido amigo, só posso lhe dizer, das experiências que tive em minha vida, que plantar é um exercício pra lá de construtivo.
Também eu, como a maioria das pessoas que postou nesse blog, tive experiências maravilhosas em minha infância relacionadas ao plantio.
Quando estava no ensino fundamental, os alunos de minha escola tinham por hábito plantar, todos os anos, muitas mudas de árvores no enorme terreno que a escola tinha recebido de um colono japonês que doara o local em retribuição ao enorme carinho com que fora tratado pela população da região ao chegar de sua terra natal.
Hoje, quando passo pela escola e vejo todas aquelas enormes e frondosas árvores e tantas crianças brincando ao seu redor, fico orgulhosa de ter participado de um trabalho tão importante para as gerações que vieram depois de mim.
Imagino que o nosso benfeitor japonês deva ter a mesma sensação que eu, ao perceber como seu gesto foi importante para tantas crianças que, como eu, poderiam não ter tido a chance de aprender e se tornarem pessoas melhores no futuro.
Aquele lugar foi fundamental em minha vida. Lá conheci amigos e professores que ajudaram a plantar em mim sementes do conhecimento e de esperança por um mundo melhor. Se hoje sou uma alguém que se importa com a natureza e os seres viventes que a habitam, devo isso à ação de cada uma daquelas pessoas, que deram de si o seu melhor a alguém que precisava apenas de terreno fértil e alguns poucos cuidados.
Uma coisa leva à outra...
Plantando podemos construir um jardim ou um pomar de seres viventes repletos de vida e de boa vontade. Que nos darão em troca uma bela e cheirosa flor, que alimentarão nossos olhos e nosso olfato. Ou então algo para alimentar nossos corpos e nossas almas.
Assim como as sementes que você plantou em sua infância!
Que esta semana lhe traga uma colheita de ótimos frutos.

Taty Aliberti disse...

Muitas vezes ouvimos dizer exatamente isto: "Colhemos o que Plantamos", o que quer dizer que nossas vidas deveriam ser sempre belos e floridos jardins, mas, muitas vezes teimamos em plantar ervas daninhas, mesmo estando cientes de que a lei do retorno é implacável, não perdoa.... Todos os dias temos em nosso poder novas sementes que representam atos e sentimentos diferentes, bons ou ruins e somos responsáveis pors eu plantio, portanto, façamos nossa escolha, mesmo sendo seres humanos, sujeitos a deslizes, plantemos apenas sementes de otimismo e de amor, para colher amanhã os frutos doces da alegria e da felicidade.

B-jo Grande

adna disse...

Sábio é o ser humano que tem coragem de ir diante do espelho da sua alma para reconhecer seus erros e fracassos e utilizá-los para plantar as mais belas sementes no terreno de sua inteligência.
o que o homem semear com certeza vai colher
pensamento biblico.
visto que a biblia é um livro de grande veracidade
é de se pensar que frutos estou plantando hoje para colher amanhã pense com carinho pois suas atitudes, decisões e escolhas depende somente de você
NETO que lindo ; fiz muito isso que vc fez; tampei muitas covas
beijo e que continuemos a plantar.