Curtir no Facebook

facebook

sábado, 5 de março de 2011

Sol

Minhas sobrinhas de 5 e 3 anos vão de carona comigo para escolinha bem cedinho, 06h00. Ontem, por causa do carnaval, as duas estavam com suas fantasias de princesa.

Como o céu estava muito nublado, perceberam que haviam esquecido os guarda-chuvas. Pensamos, “- vai molhar a fantasia.”

Gabi, com toda sua sapiência de seus 3 anos de idade lembrou: “- Não tem problema, o Sol seca!”

Agradeço por ter a oportunidade de aprender com as crianças: Tudo passa!

Minha alma pode se encher de nuvens, pode encharcar de angústias, mas agora eu sei, este incômodo será breve. O Sol irá secá-la.

05 de março de 2011.

6 comentários:

Marcia disse...

Simplesmente lindo!! Pode parecer uma bobagem, mas aos olhos dos sensíveis emociona... Bjs

Anônimo disse...

Crianças... São a oportunidade que temos de novamente aprendermos que a simplicidade existe, que a pureza transforma ruim em bom... Agradeço pela escolha de Deus em colocar uma criança aos meus cuidados...

Anônimo disse...

"Simplesmente lindo! Pode parecer uma bobagem, mas aos olhos dos sensíveis emociona..."
Concordo tanto com a Márcia que copiei. risos
Obrigada Neto, por sempre lembrar que o sol existe. Linda mensagem para começar o carnaval. Beijos. Diana.

Carla Dionizio disse...

Lindo! Identificar e reconhecer os sinais que Deus nos dá não é uma tarefa fácil. As crianças são como anjos: nos consolam quando precisamos e nos dão força para continuar. Mesmo pequenas, Deus já as usa em seu plano de salvação.

Tili Oliveira disse...

Querido amigo, você juntou duas coisas maravilhosas e que nos enchem de esperanças em um só post: criança e sol. O resultado não poderia ser outro: um post lindo, sensível e difícil de comentar. Beijos e boa semana!

Anônimo disse...

Muito bom!!! Isso me faz lembrar uma frase que carrego comigo desde os meus dezoito anos quando uma senhora de setenta me disse: "Numca sabemos tudo, à cada dia aprendemos uma coisa nova" , e ela tinha razão ao dizer essas sábias palavras, pois não importa; seja com um adulto ou uma criança, vivemos em constante aprendizado.
André Queiróz.