Curtir no Facebook

facebook

sábado, 10 de maio de 2008

Instantes mágicos


Li no blog de uma amiga (http://jaqline.spaces.live.com/blog/) sobre instantes mágicos: momentos em que um “sim” ou um “não” podem mudar nossa vida (ou a de outros). Isso me levou a pensar no momento em que idealizei o “Berelando...”. De repente tive a vontade de iniciar o informativo e assim o fiz. Isso poderia ter sido só um pensamento, que teria passado se eu não o tivesse aproveitado. Bem, é lógico que não “revolucionou” a minha vida nem a de ninguém, mas fez com que acontecesse muita coisa legal, coisas das quais me orgulho. Este deve ter sido um desses “instantes mágicos”.

Todos os dias devem ocorrer vários destes momentos, mas, simplesmente deixamos eles passarem e no final do dia ficamos com a sensação de vazio, de que podíamos ter feito algo bom e não fizemos. Ficamos melancólicos.

Aprendi. Sempre que tiver vontade de fazer algo bom eu o farei. Mandarei uma mensagem bonita para um amigo, enviarei uma música, escreverei só pra desejar bom dia e não me importarei se fiz a coisa certa ou não, neste Universo deve ter algo que nos levou a ter tais vontades, devemos agir, o Universo deve esperar algum efeito deste ato.

10 de maio de 2008.

4 comentários:

Neto. disse...

Nota do Neto:
"Instantes mágicos" é um termo que o escritor Paulo Coelho utiliza em várias passagens de seu livro " Na margem do rio Piedra eu sentei e chorei", como está dito do site da Jaq.

Vou aproveitar o momento, para agradecer a todos os Anônimos que escreveram comentários, principalmente a Raquel Swartoski. Respondo todos os comentários por email, infelizmente as postagens anônimas e de pessoas que não conheço não consigo agradecer.

Criei um livro de visitas (na barra à direita). Quem quiser pode deixar suas mensagens e emails, para que possamos nos corresponder.

Obrigado pela visita.

Uma ótima semana a todos!

Valdecir disse...

Carice Lispector escrevia mais ou menos assim: " Quero viver o instante já, que de tão imediato não é mais.".
Acho que um resumo rápido do que seria a vida é quase isso... viver cada instante de forma única. Mas, o tempo que passamos no transito, tentando chegar no trabalho, ou voltar para casa não parecem assim tão mágicos... e desperdiçamos tantas chances de organizar melhor a vida, de repensar nas coisas positivas e humanas e sinceras que traduzem a mágica da vida. Aqui na Paulista, eu vejo uma senhora que tenta ganhar a vida vendendo panos de prato decorados... ela traz todos os dias para a Paulista a sua coleção de panos de prato e a filhinha, que dve ter no máximo dois anos. E fica ali sentada, expondo a criança à pena alheia.... isso é tão deprimente, mas por outro lado, exercita nas outras pessoas o esboço de tentar valorizar mais a vida que têm... com bons empregos, ou se não são bons o suficiente, são ao menos melhores do que vender tristes panos de prato para pessoas cheias do dó de você. E isso, de uma certa forma, se traduz num instante mágico... Porque se cada um que olhar para a triste figura da senhora segunrado sua filha se lembrar da sua família que está em casa, precisando do seu suor e da sua atenção, já está valendo a grande mágica transformadora da vida. As pessoas vão ganhando um pouco mais de senso de dever e de responsabilidade. Mas daqui a alguns instantes, tudo isso passará e todos se ocuparão com outras coisas que invadirão suas mentes e o transportarão para outros assuntos e outras pertinências. E isso continua guardando certa mágica... O bom é nunca ficarmos esperando grandes transformações. O bom é entendermos cada pequena transformação que vai acontecendo... traduzindo a grande mágica que é poder ver e vivenciar o instante seguinte....

Abraços.

Valdecir.
Porque eu demorei tanto para chegar aqui????

Anônimo disse...

Instantes mágicos são dificilmente percebidos e dessa maneira deixamos escapar grandes magnitudes da vida. Instantes mágicos são momentos em que nos deparamos com o melhor do que há em nós, e daí percebemos o quão felizes poderíamos ser se nos sentíssemos sempre assim. Obrigada Neto por me proporcionar instantes mágicos! A amizade é uma forma de sua demonstração! Um grande abraço! Diana.

Walkiria Rodrigues disse...

Obrigada pelo comentário tão gentil sobre o meu blog.Admiro muito as pessoas que gostam de uma boa leitura e que também gostam de escrever (coisa rara hoje em dia). Do mesmo modo que gostei do blog do Rubens, gostei do seu também. Espero visitá-los sempre.